Projetos em Mercados de Energia Elétrica

Data de nício: 01/07/2017
Natureza do Projeto:  PESQUISA
Situação do Projeto: CONCLUÍDO
 
Atualmente, a utilização de fontes de energias renováveis para o abastecimento energético do consumidor está sendo cada vez mais incentivada, principalmente pela redução nos impactos ambientais, pela diversidade da matriz energética brasileira e pelo possível postergamento da expansão eletroenergética. Aliado a isso, existem incentivos governamentais para que os próprios consumidores de energia elétrica adotem essa medida de geração de energia. A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) por meio da Resolução Normativa (RN) 482/2012, atualizada pela RN 685/2015, incentiva a micro e minigeração de energia elétrica a partir de fontes renováveis para o consumo próprio. O objetivo principal deste etapa é analisar a possibilidade de criação de cooperativa para geração de energia solar fotovoltaica e verificar a viabilidade em um estudo de caso.
 
 
 
Data de Início:  01/08/2017
Natureza do Projeto:  PESQUISA
Situação do Projeto:  CONCLUÍDO
 
Descrição:
No atual mercado de energia brasileiro, os consumidores potencialmente livres podem adquirir energia elétrica ou no ambiente regulado, ou no ambiente livre de contratação de energia. Um dos principais fatores que pode determinar esta escolha é o custo da energia associado a cada ambiente. No entanto, vale considerar que na ótica desse agente consumidor, a energia elétrica é um custo intrínseco e necessário à sua produção; e que, por outro lado, o mesmo normalmente não está disposto a assumir muitos riscos. Neste sentido, o agente consumidor necessita conhecer o funcionamento dos dois ambientes para poder escolher o mais vantajoso. Essa escolha de qual ambiente participar depende principalmente de um conhecimento técnico (muitas vezes não acessível) para esse agente de mercado, o que acarreta normalmente em uma dependência de algum agente intermediário. No sentido de auxiliar a divulgação do conhecimento e, principalmente, aumentar o poder de escolha do consumidor, a primeira parte do projeto consistiu em elaborar materiais de apoio. Foram elaborados um guia básico de informações sobre os dois ambientes pela ótica do consumidor de energia elétrica, assim como um protótipo para o cálculo do preço de indiferença (preço comparativo entre os dois ambientes, baseado no histórico de consumo) desenvolvido em um website. O presente projeto é uma continuidade de projetos anteriores e tem como objetivo principal desenvolver um aplicativo computacional que possa auxiliar a tomada de decisão desse agente, considerando um portfólio de contratos de compra de energia elétrica no ambiente livre.
Data de Início:
26/11/2014
Natureza do Projeto:
PESQUISA
Situação do Projeto:
CONCLUÍDO
 
Descrição:
 
Atualmente, a utilização de fontes de energias renováveis para o abastecimento energético do consumidor está sendo cada vez mais incentivada, principalmente pela redução nos impactos ambientais, pela diversidade da matriz energética brasileira e pelo possível postergamento da expansão eletroenergética. Aliado a isso, existem incentivos governamentais para que os próprios consumidores de energia elétrica adotem essa medida de geração de energia. A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) por meio da Resolução Normativa 482/2012, incentiva a micro e minigeração de energia elétrica a partir de fontes renováveis para o consumo próprio. O objetivo principal deste projeto é analisar a geração de energia solar fotovoltaica pelo consumidor e ilustrar uma possível gestão energética para o mesmo. Desta maneira, neste projeto, inicialmente será modelado matematicamente um problema de otimização, no qual possibilite o agente consumidor gerenciar o seu consumo energético, de acordo com a sua prioridade no uso da energia, a possibilidade de atender parte do seu consumo por meio da geração solar fotovoltaica e aos diferentes valores de tarifas de energia. Essa modelagem será implementada por meio de um simulador, que servirá para analisar possíveis cenários para o consumidor com microgeração e auxiliar a gestão energética do mesmo.