Cooperação e Intercâmbio

Instituto Federal de Santa Catarina promove a interação com organismos e instituições de  ensino superior, apoiando e implementando acordos de cooperação técnica, tecnológica, científica e cultural, o que viabiliza o intercâmbio de estudantes de graduação e pós-graduação, docentes e técnicos e o acolhimento de alunos estrangeiros e de professores beneficiários desses acordos. As Instituições internacionais com convênio com o IFSC estão disponíveis no endereço: http://www.ifsc.edu.br/convenios 

Especificamente sobre as informações de cooperação e intercâmbio do Departamento Acadêmico de Eletrotécnica e seus docentes, comenta-se, principalmente, o estreitamento com a instituição de formação dos mesmos e as empresas vinculadas aos diversos projetos de pesquisa citados anteriormente.
A maioria dos docentes realizou sua formação de mestrado e doutorado no Programa de Pós- Graduação em Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Santa Catarina. Pela proximidade física entre as instituições, a cooperação técnica é facilitada. Os docentes possuem uma relação estreita os seguintes grupos de pesquisa da UFSC: Laboratório de Planejamento de Sistemas de Energia Elétrica (LABPLAN); Laboratório de Sistemas de Potência (LABSPOT); Grupo de Concepção e Análise de Dispositivos Eletromagnéticos (GRUCAD) e o Instituto de Eletrônica de Potência (INEP).

Atualmente, os docentes permanentes do programa continuam atuando como pesquisadores voluntários e/ou coorientando discentes de mestrado e de doutorado nas suas universidades de formação. Assim como, trabalham como pesquisadores em projetos de pesquisa com empresas e profissionais de outras instituições.

Os docentes permanentes mantêm atividades de cooperação técnica com as instituições internacionais onde os docentes foram realizar seus intercâmbios de doutorados sanduiche e/ou estágios de pós-doutoramento.

Destaca-se a cooperação e intercâmbio entre instituições internacionais, devido ao projeto ELECON: “Análise de Consumo de Energia Elétrica para promover a eficiência energética Considerando Resposta à Demanda e perdas não-técnicas”. Com duração de Outubro/2012 a Outubro/2016, o projeto ELECON foi um projeto intercontinental, do qual fizeram parte os países – Brasil, Portugal, França e Alemanha. Centra-se no estabelecimento de uma rede competente e frutífera entre a União Europeia (UE) e os pesquisadores brasileiros de forma a contribuir para uma implementação bem sucedida do conceito de smart grids (redes inteligentes). ELECON foi um projeto científico e intercâmbio inovador com o objetivo de avançar em métodos de análise de consumo de energia elétrica e sobre a forma como eles são usados para promover a eficiência energética. ELECON teve foco na concepção e na aplicação do conceito de resposta da demanda e na identificação de perdas não-técnicas, por seu papel crucial na sustentabilidade dos sistemas de energia.

Posteriormente, devido ao estreitamento proporcionado pelo projeto ELECON, diversos acordos entre as instituições (IFSC e os institutos politécnicos de Portugal) foram criados. Cita-se como exemplo a dupla titulação entre o curso de engenharia elétrica do IFSC e o mestrado do IPP (Porto/Portugal). Destaca-se que o IFSC vislumbra aumentar as parcerias e os intercâmbios com diversas universidades estrangeiras também no âmbito da pós-graduação.